O que fazer quando a infestação de pragas vem do vizinho



Olá, somos a Dedetex Dedetização. Você saberia dizer se é um bom vizinho ou nem tanto?


Reserve um momento para pensar sobre suas atitudes.


A maneira como cuidamos da nossa casa afeta não apenas nossa família, mas também as pessoas ao nosso redor.


E o oposto também acontece.


Quando o vizinho ao lado negligencia o controle de pragas, por exemplo, sofremos as consequências de uma infestação no vizinho.


Então o que fazer?


O artigo de hoje tratará dos direitos do bairro.


Fique conosco para saber quais são suas responsabilidades quando se trata de limpeza e desinfecção de ambientes.


Veja também como agir nos casos em que o problema vem de fora.



Controle de pragas: cuidado para não se tornar um vizinho indesejado


Aqui no blog, sempre falamos sobre a importância do manejo integrado de pragas.


Este é um conjunto de ações que todos devem realizar para prevenir a proliferação de insetos e ratos.


Os procedimentos respondem aos quatro As: acesso, abrigo, comida e água.


A ideia é justamente cortar esses elementos, para que os invasores não sobrevivam na residência.


Os cuidados incluem:


- Armazene o lixo em lixeiras com tampa para impedir que moscas e baratas tenham acesso aos alimentos;


- Corte a grama regularmente, as ervas daninhas altas escondem os animais;


- Não acumule entulho no quintal, pois pode servir de moradia para ratos, aranhas ou escorpiões;


- Esvaziar recipientes que contenham água estagnada, o que impede a reprodução do mosquito da dengue;


- Instalar grelhas em bueiros e ralos, criando uma barreira contra baratas e ratos;


- Desde a limpeza periódica para manter a sua casa limpa.


Paralelamente a esta lista de tarefas, é aconselhável realizar o controle de pragas com limpeza doméstica.


O serviço, conhecido como desinsetização ou fumigação, é realizado por um imunizador profissional.


O aplicativo remove possíveis focos de infestação e também cria uma barreira protetora no local, evitando novos distúrbios.


O que fazer quando ocorre a infestação de um vizinho?


É importante ter em mente que o controle de pragas afeta os arredores da casa.


Se houver uma infestação grave em sua casa, alguns insetos podem fugir do inseticida e se refugiar em propriedades vizinhas.


Portanto, ao realizar o controle com limpeza doméstica, avise os moradores das proximidades sobre o dia e horário da operação.


Assim poderão se preparar (fechando as janelas, por exemplo).


Idealmente, todas as casas na rua seriam imunizadas ao mesmo tempo.


Esse esforço conjunto traz resultados ainda mais satisfatórios, pois todo o perímetro é protegido.


Agora, o que fazer quando um residente próximo se recusa a realizar o controle de pragas?


Pior: e se a infestação no seu vizinho for tão forte que algumas criaturas acabem no seu quintal?


Bem, nessas horas o diálogo ajuda muito.


Procure a pessoa, exponha a situação e converse amigavelmente sobre a necessidade de recorrer aos insetos-praga ou à degradação do meio ambiente.


Vale a pena usar argumentos positivos.


Enfatize que o procedimento é seguro para humanos e animais de estimação, desde que realizado por profissionais qualificados.


Além disso, existe a questão da saúde.


Como as pragas urbanas transmitem doenças, todos os cidadãos devem fazer sua parte para manter a vizinhança protegida de ameaças.


E se o indivíduo insistir na negação?


Em seguida, apele aos canais legais.


De acordo com o artigo 1.277 do Código Civil Brasileiro, o proprietário do imóvel “tem o direito de parar de interferir prejudiciais à segurança, à paz e à saúde de quem o habita, ocasionadas pelo uso de bens vizinhos”.


Ou seja: se a infestação em terras alheias lhe causa transtorno, a outra pessoa é obrigada a resolver o problema, mesmo que para isso seja necessário recorrer à justiça.


Como funciona o controle de pragas em condomínios?


Nos prédios de apartamentos, a situação muda um pouco.


Em função de existir responsabilidades individuais e coletivas relacionadas ao manejo de pragas urbanas.


A manutenção de espaços como salão de festas, hall de entrada e playground fica a cargo do gestor.


Ele deve contratar o serviço de imunização sempre que necessário.


Alguns condomínios chegam a definir regras em estatuto, especificando a frequência mínima para o controle de pragas em áreas de uso comum.


Nessas situações, o custo de operação é compartilhado entre todos os residentes.


Quando a infestação ocorre em um apartamento, a despesa fica por conta do locatário ou dono daquela unidade.


Afinal, cada indivíduo é responsável pela preservação de sua casa.


Acontece que às vezes temos que conviver com uma infestação em nosso vizinho.


E se a pessoa for negligente, todo o edifício sofre as consequências.


Não adianta desinsetizar o apartamento, se o morador do andar de baixo não fizer o mesmo.


Em breve, haverá baratas e formigas por aí.


Esses seres estão se espalhando pelas tubulações e até mesmo pelas instalações elétricas do prédio, podendo invadir sua casa sem qualquer cerimônia.


Para evitar essa dor de cabeça, existem condomínios que também exigem que os moradores apliquem o controle de pragas em suas casas.


Quem violar a cláusula estará sujeito a multas e outras penalidades.


Em um prédio que não possui regras estruturadas, vale a pena recorrer novamente ao Código Civil. O artigo 1.336, inciso IV, estabelece que o proprietário do imóvel não deve utilizar o apartamento de forma que prejudique a paz, a saúde e a segurança alheia.


Esse pode ser o argumento para obrigar a pessoa a contratar o serviço, ou mesmo a entrar com uma ação judicial.


Não seja um vizinho negativo. Ligue para o a Dedetex Dedetização


Temos mais de 20 anos de experiência no controle de pragas urbanas.


Nossa empresa possui um setor de qualidade em tempo integral, garantindo a excelência das operações.


É por isso que você pode confiar em nossa equipe.


Realizamos o serviço de acordo com os mais rígidos manuais de boas práticas para garantir o bem-estar da sua família e vizinhos.


Entre em contato e solicite um orçamento para controle de insetos, controle de ratos ou controle de cupins e etc.


Telefones: (81) 3621-6916 | WhatsApp: (81) 99840.7662. Atendemos em todo Pernambuco.